Monitor hemodinâmico: não invasivos Débito Cardíaco através de Impedância Cardiográfica ICG
Impedância eléctrica torácica (Bioimpedância, TEB) cardioscreen / niccomo Impedância Pletismográfica IPG. medis
english non-invasive continuous cardiac output monitor

            
Tecnologia Parâmetros Validação

Validação das fórmulas do Débito cardíaco

80 medições simultâneas em 46 doentes comTermodiluição (•), Doppler (¤) or método Ficks (×) e CardioScreen® (niccomo™) da medis.

r=0.857
CO in l/min referência
CO in l/min CardioScreen® System

The measurements are carried out at ICUs respectively in heart catheter labs (also with exercise on bicycle) in following clinics (all located in Germany and Austria):

Klinikum Bamberg Klinikum Augsburg Herzzentrum Bad Krozingen
2. Med. Klinik Erlangen Waldkrankenhaus Erlangen Herzchirugie Freiburg
Klinikum Nürnberg Süd Klinikum Nürnberg Nord Klinikum Ingolstadt
Bezirskrankenhaus Salzburg Klinikum Fürth
LVA-Klinik für Lungenkrankheiten Bad Reichenhall

As medições foram publicadas (língua alemã):

Stark, H. J., Schultz, K., Krieger, V., Korn, V., Petro, W.: Nichtinvasive Ermittlung des Herzzeitvolumens mit der Impedanzkardiographie. Hohe Korrelation mit der invasiven Fickschen Methode; Atemwegs- und Lungenkrankheiten 22 (1996). S. 73-75

Other studies comparing impedance cardiography with invasive methods

Impedance cardiography has been developed for the NASA in the 70th. In the meantime a lot of valitation studies has been published. The following table gives an excerpt:

Autor/Ano Doentes Correlação Método de referência
Edmunds/1982 23 0.94 Fick healthy probands
Hetherington/1985 20 0.93 Fick various heart diseases
Teo/1985 20 0.93 Fick Angina Pectoris
Goldstein/1986 45 0.85 Termodiluição healthy and ICU
Appel/1986 16 0.83 Termodiluição ICU
Bernstein/1986 17 0.88 Termodiluição ICU
Mattar/1986 5 0.95 Termodiluição ICU
Appel/1987 28 0.83 Termodiluição ICU
McKinley/1987 7 0.93 Termodiluição children
Shellok/1987 19 0.95 Termodiluição ICU
Spinale/1987 10 0.77 Termodiluição various heart diseases
Könn/1988 20 0.71 Termodiluição CHD
Jakob/1988 11 0.73 Termodiluição various heart diseases
Introna/1988 8 0.94 Termodiluição children in ICU
Shoemaker/1988 17 0.83 Termodiluição ICU
Saladin/1988 24 0.83 Termodiluição various heart diseases
24 0.82 Fick
24 0.77 Fick vs. Termodiluição
Robert/1988 59 0.94 Termodiluição children with various heart diseases
Castor/1989 1966 0.95 Termodiluição
Castor/1990 641 0.93 Termodiluição
Castor/1990 155 0.91 Termodiluição OR
155 0.93 Termodiluição OR
Klocke/1990 109 0.82 Fick various heart diseases
109 0.90 Termodiluição various heart diseases
109 0.87 Termodiluição with exercise

Selected from V. Korn following an overview of R. K. Klocke (1994)

Por favor veja o estudo de Saladin1988: Ele encontrou a correlação de 0.83 comparando a Impedância Cardiográfica com a Termodiluição e de 0.82 comparando com o método de Ficks. Mas, a correlação entre os dois métodos invansivos é só de 0.77.

Apesar de algumas limitações do método, este correlaciona-se perfeitamente com os métodos invasivos.

 
 
© medis. Medizinische Messtechnik GmbH | Imprint | Disclaimer